Aguarde...

Benvindos Siga-nos

Património

a) Igreja Matriz de Regueira de Pontes -

Telefone: Email:

a) Igreja Matriz de Regueira de Pontes

A primeira Igreja de Regueira de Pontes situava-se no local do actual cemitério, e resultou da ermida ali existente, já de invocação a S. Sebastião. A ele é dedicada a festa anual da localidade. Inicialmente a freguesia encontrava-se mais perto do Lis, bem como a sua ermida, depois Igreja, no local do actual cemitério. Por isso se chama, ainda, ao lugar, "IGREJA VELHA". Talvez que o povoado tenha nascido e crescido perto de um palácio de D. Dinis, que existiu perto do rio Lis, num terreno que ficou a chamar-se "PAÇO", como bem sabem os que ainda por ali trabalham. Como a povoação se deslocasse em direcção ao nascente, onde as terras eram mais enxutas e mais abrigadas, resolveram, o pároco e os paroquianos, construir nova Igreja mais acima. Não terá sido pacífica a escolha do lugar. 

Conta a lenda que, tendo-se reunido os habitantes certo Domingo, após a missa, nas imediações da actual Igreja, para discussão do local onde esta haveria de ser construída, criou-se um impasse que parecia intransponível. Desejavam uns que o templo fosse construído ali mesmo. 

Defendiam outros que o local ideal era o Arnal, por ficar mais perto do Carril e da Matoeira, esta, na época, um dos lugares mais populosos. Feita uma votação verificou-se um empate. Dispunham-se os homens a terminar a sessão, sem resultados, quando viram aproximar-se uma velhinha, apoiada ao seu cajado. 

A sua chegada foi festejada por todos. E quando lhe perguntaram onde desejava a nova Igreja, esta limitou-se a apontar com o pau, seu amparo, para uns cerrados que na época existiam no local escolhido. 

O início da festa em honra de São Sebastião não tem data precisa, mas há referências a ela em 1919. Quanto à de Santa Teresinha, teve início nos finais de 1930. Recentemente celebram-se, em conjunto, no mês de Setembro.




Partilhar
Ver Todas